FAO e governo do Brasil oferecem 1º curso gratuito à distância sobre algodão

Publicado em 11/07/2016

Desde o último dia quatro de julho, qualquer pessoa interessada pode participar do primeiro curso gratuito sobre estratégias de fortalecimento do setor algodoeiro para o desenvolvimento da agricultura familiar, ofertado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e pelo governo brasileiro.

O curso de autoaprendizagem à distância tem como objetivo fortalecer as capacidades técnicas e de gestão em temas chaves para o desenvolvimento sustentável da cadeia de valor do algodão. Durante as aulas são abordadas as políticas públicas, que promovem o desenvolvimento da agricultura familiar produtora de algodão, a difusão de novas tecnologias, as boas práticas agrícolas, entre outros aspectos.

De acordo com a FAO, o algodão representa um importante papel estratégico no desenvolvimento sustentável na América Latina e Caribe como gerador de renda, trabalho e dinamizador de economias locais.

O curso tem vagas ilimitadas e é completamente gratuito. As pessoas interessadas podem acessar a o site com a ficha de inscrição do curso aqui.

 

PANORAMA COMPLETO DO SETOR

O curso “Estratégias de Fortalecimento do Setor Algodoeiro para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar” tem duração de aproximadamente cem horas e cada aluno pode fazer de acordo com o próprio ritmo por se tratar de um curso de autoaprendizagem. Ao todo, o curso tem cinco módulos principais.

O primeiro apresenta um panorama do setor algodoeiro, as tendências e as perspectivas regionais e globais do setor. O segundo analisa os eixos transversais para o desenvolvimento sustentável da cadeia de valor do algodão, a economia solidária como modelo de ordenamento produtivo, baseado em experiências do Brasil e desafios e perspectivas de gênero, juventude rural e povos originais.

Já o terceiro módulo aborda as políticas públicas para o fortalecimento do setor algodoeiro e a agricultura familiar. Os dois últimos ensinam sobre o desenvolvimento tecnológico e pesquisa aplicada e as ferramentas participativas para a produção sustentável do algodão.

 

COOPERAÇÃO

O curso faz parte do projeto regional “Fortalecimento do Setor Algodoeiro”, por meio da Cooperação Sul-Sul do Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO. O Núcleo de Capacitação em Políticas Públicas do Escritório Regional da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura no País é o responsável pelo curso.

Para mais informações, acesse:

Folheto informativo sobre o curso

Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul

– Cooperação Sul-Sul para o Fortalecimento do Setor Algodoeiro: avanços do projeto

 

Fonte: FAO no Brasil

Boletim semanal de notícias da SNA por e-mail.

Cadastre-se para receber o boletim

Veja as últimas edições

 

Últimas notícias