Novo recorde: entregas de fertilizantes no Brasil superam quatro milhões de toneladas em agosto

13/09/2017|

As entregas de fertilizantes ao consumidor final no Brasil atingiram 4.06 milhões de toneladas em agosto, um novo recorde de vendas mensais antes do início do plantio da safra de grãos do país, de acordo com dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) divulgados na terça-feira (12/9).

O volume das entregas subiu 3,4% em relação ao mesmo mês do ano passado e avançou mais de 20% na comparação com julho, num sinal positivo para a safra 2017/18 de soja e milho. As entregas de agosto superaram ligeiramente a melhor marca anterior, registrada em setembro de 2016, de 4.02 milhões de toneladas.

A semeadura do cereal já começou em alguns estados como o Paraná, enquanto produtores estão na expectativa de iniciar os trabalhos com a soja nas próximas semanas.

Com o volume recorde de entregas em agosto, os números da Anda representativos das vendas no acumulado do ano subiram 0,5% para 20.56 milhões de toneladas. A associação não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Ao final do mês passado, a Anda estimou que a comercialização de fertilizantes no Brasil deve fechar 2017 em níveis próximos aos de 2016, quando atingiu recorde de 34.1 milhões de toneladas. Consultorias especializadas estimaram que a comercialização em 2017 ficará entre 33.5 milhões e 35 milhões de toneladas.

Importação e produção

Já a importação de fertilizantes intermediários teve queda de 10% em agosto em relação ao mesmo mês do ano anterior, ficando em 2.353 milhões de toneladas, segundo a associação. No acumulado do ano, a importação de fertilizantes intermediários acumula alta de 10,4% até agosto, atingindo 16.7 milhões de toneladas, informou a Anda.

Já a produção de fertilizantes do Brasil em agosto totalizou 784.300 toneladas, com queda de 3,6% na comparação anual. No acumulado do ano, o total produzido caiu 4,9%, para 5.58 milhões de toneladas.

 

Fonte: Reuters