Sauditas querem importar mais e investir no Brasil

13/11/2017|

Os sauditas têm interesse em aumentar as importações do Brasil. Além de carne de aves e de bovinos e grãos, também há possibilidade de compra de ingredientes para a alimentação de animais, já que o país não produz ração. A notícia foi divulgada pelo ministro Blairo Maggi a partir de declaração do ministro da Agricultura da Arábia Saudita, Abdulrahman Alfadli, com quem Maggi se reuniu em São Paulo, no sábado (11/11).

“Tratamos das exportações brasileiras de carnes e grãos. E o ministro demonstrou clara intenção de ampliar investimentos no Brasil”, disse o ministro.

Estes investimentos, de acordo com o Secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Ribeiro Silva, que participou do encontro, têm por finalidade garantir segurança alimentar e obter matérias-primas para processamento, agregação de valor e exportação para a região do Golfo.

A visita, segundo o secretário, resultou de reuniões bilaterais anteriores entre os dois ministros e também de negociações ocorridas na época da viagem realizada pelo presidente Michel Temer para a última cúpula do G-20. Nesse contexto, Maggi citou a expectativa de exportação de animais vivos e de carne bovina com osso para a Arábia Saudita.

Aproveitando a agenda, o ministro apresentou o novo adido agrícola do Mapa, Marcel Moreira, que ficará sediado em Riad, na Arábia Saudita, auxiliando nas negociações de temas de interesse do setor agropecuário.

 

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento