Representantes dos seis biomas brasileiros estarão juntos na Feira Agroecológica e da Sociobiodiversidade

12/09/2017|

Feira apresentará sabores e belezas da agricultura familiar, como forma de incentivo à comercialização dos produtos agroecológicos brasileiros e técnicas sustentáveis de produção. Foto: Divulgação CBA

Imagine entrar em um espaço em que aconteça o encontro de todos os biomas brasileiros. De um lado, o vermelho do buriti, fruta típica do Cerrado, chama atenção pelo visual. Do outro, o cheiro da manteiga de cupuaçu, direto da Amazônia, aguça o olfato de quem passa pelo local. E por aí vai…

Saiba que esse cenário será realidade em Brasília (DF), durante a Feira Agroecológica e da Sociobiodiversidade, que ocorrerá entre os dias 12 e 15 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) levará ao evento sabores e belezas da agricultura familiar, incentivando, assim, a comercialização dos produtos agroecológicos brasileiros e técnicas sustentáveis de produção.

A estrutura da feira contará com 80 bancas que representarão os seis biomas brasileiros: Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal e Pampa. Os expositores serão compostos 30% por agricultores familiares, 30% de povos indígenas e comunidades tradicionais, 30% são oriundos da reforma agrária e 10% que não necessariamente se encaixam em alguma dessas categorias.

A coordenadora da feira, Denise Barbosa, compara a feira à própria capital brasileira: “Brasília não é a mistura do Brasil? Na feira a gente vai ter essa mistura de gente, de povos, de comunidades, de diferentes produções da área rural, e mostrando que em todas essas categorias, a agroecologia está lá, atuando, e que cada vez mais a gente consegue ganhar adeptos”.

EXPOSIÇÃO

Serão expostos produtos diversos, artesanatos e mudas, tanto de árvores como de hortaliças. Na parte de alimentação terão doces, salgados e vários frutos nativos de cada região.

“Todos eles estarão mostrando não só a sustentabilidade da produção, pois todos têm um viés agroecológico e de produção orgânica, mas também, uma representatividade de todos os biomas brasileiros. Teremos uma diversidade que caracteriza muito bem o que é a agricultura familiar e as comunidades tradicionais”, diz o coordenador geral de Agroecologia e de Produção Sustentável da Sead, Marco Pavarino.

Além da parte de exposição e comercialização, um restaurante será montado na praça de alimentação do local, com refeições 100% orgânicas e agroecológicas. E mais 16 quitandas, que também ficarão na praça de alimentação, devem complementar as refeições servidas pelo restaurante. Em dois horários, na ala sul do espaço, acontecerão apresentações culturais, das 12 às 13 horas e das 18 às 22 horas.

CONGRESSO DE AGROECOLOGIA 2017

A feira ocorrerá durante o Congresso de Agroecologia 2017, que é a realização simultânea do 6º Congresso Latino-americano de Agroecologia, 10º Congresso Brasileiro de Agroecologia e 5º Seminário de Agroecologia do Distrito Federal e Entorno.

Os eventos são promovidos pela Sociedade Científica Latino-americana de Agroecologia (SOCLA) e Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-Agroecologia) e organizados em Brasília por uma comissão formada por representantes da Embrapa, Universidade de Brasília, Emater-DF, Secretarias de Estado do GDF (Seagri e Sedestmidh), IBRAM e ISPN.

Conta ainda com o apoio de vários ministérios, organizações e movimentos sociais. O evento é patrocinado por BNDES, Itaipu Binacional e Fundação Banco do Brasil.

SERVIÇO

Feira Agroecológica e da Sociobiodiversidade

Quando: de 12 a 15 de setembro de 2017

Horário: das 10 às 22 horas; e no último dia, das 10 às 13 horas

Onde: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental

Entrada franca. Confira a programação no site: http://agroecologia2017.com/noticias/

Fonte: Embrapa Agroenergia com edição d’A Lavoura