Feijão carioca: no Paraná, lavouras enfrentam clima difícil

14/11/2017|

Somente na região de influência da Holambra, mais de 50 mil sacas de feijão carioca foram comercializadas hoje. Facilmente, cerca de 80 mil sacas foram negociadas somando-se também a região de Itaí.

Segundo observadores confiáveis, cerca de 50% está colhido e aproximadamente 35% comercializado. Estas informações corroboram com o fato de que a demanda está ocorrendo. A safra do Paraná vem sendo implantada com algum atraso.

Segundo um agrônomo que acompanha a região de Castro e arredores, são variadas as condições das lavouras, com excesso de chuva após semeadura, seguida de dias frios, o que prejudicou alguns plantios. Mas há também lavouras bem estabelecidas. Essa semana haverá tempo bom, luz plena e temperatura amena, como o feijão gosta.

 

 

Fonte: Ibrafe