Exportações de soja do Brasil no ano já superam o total registrado em 2016

15/08/2017|

As exportações de soja em 2017 pelo Brasil, maior exportador global da oleaginosa, já superam os embarques registrados em todo o ano passado, de acordo com dados parciais de agosto divulgados nesta segunda-feira pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Até a segunda semana de agosto, o Brasil havia exportado 53.37 milhões de toneladas de soja, contra 51.58 milhões de toneladas de janeiro a dezembro de 2016, segundo dados da Secex e do Ministério da Agricultura.

Nas duas primeiras semanas de agosto, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações somaram 2.424 milhões de toneladas de soja, o principal produto de exportação do país. As exportações maiores ocorrem após a colheita de uma safra recorde de 114 milhões de toneladas em 2016/17, contra 95.4 milhões de toneladas na temporada anterior, atingida pela seca.

As exportações, pelos dados do governo, estão perto de superar o recorde histórico de 54.3 milhões de toneladas, registrado em 2015. A Abiove, que representa a indústria de soja do Brasil, estima as exportações do produto em 64 milhões de toneladas.

Isso significa que um volume de cerca de dez milhões de toneladas de soja ainda disputará espaço com o milho nos terminais de exportação nos próximos meses. Essa questão é apontada por alguns analistas como um dos fatores para os embarques de cereal ainda não estarem mais acelerados. As exportações de milho nas duas primeiras semanas de agosto somaram 1.77 milhão de toneladas, o que leva o total no acumulado do ano para 7.30 milhões de toneladas.

A Anec, que representa os exportadores de cereais, estima os embarques em 30 milhões de toneladas em 2017, o que representaria uma recuperação importante em relação ao ano passado, quando somaram 21.8 milhões de toneladas. O Brasil é o segundo exportador global de milho, atrás dos Estados Unidos, segundo dados do USDA.

 

Fonte: Reuters