Conab: Safra de grãos do Brasil atinge 208.8 milhões de toneladas

Publicado em 11/08/2015

A produção de grãos no Brasil chega a 208.8 milhões de toneladas, batendo novo recorde. O aumento de 7,9% ou 15.2 milhões de toneladas supera a produção de 2013/14, de 193.62 milhões de toneladas. Os números estão no 11º levantamento da safra, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta terça-feira (11).

O crescimento se deve, sobretudo, ao ganho de produtividade do milho segunda safra, registrado em quase todos os estados produtores, principalmente nos do Centro-Oeste e no Paraná. A estimativa é de 54 milhões de toneladas, com aumento de 11,6% a mais que em 2013/2014. Com relação ao último levantamento, houve um acréscimo de 2.5 milhões de toneladas. Já a produção de soja deve alcançar 96.2 milhões de toneladas, 11,7% a mais que as 86.1 milhões de toneladas da safra anterior.

Já os números de área plantada registram 57.8 milhões de hectares, com correção nas culturas de inverno, de milho segunda safra e feijão terceira safra frente ao levantamento do mês passado. Para as áreas de inverno, cujo plantio está em estágio final, ainda não há definição do total plantado. A área de plantio das principais culturas é de 1,3% maior que a da safra 2013/14, com um aumento de 732.800 de hectares.

Inmet

No mesmo evento de divulgação da safra de grãos, a Conab formalizou a assinatura de um acordo de cooperação técnica com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para aperfeiçoar os métodos e ferramentas de monitoramento agrícola agrometeorológico. A cooperação viabiliza a manutenção e gestão conjunta do Laboratório de Análise, Tratamento e Elaboração de Produtos de Imagens de Satélites (LATIS) para o desenvolvimento de produtos derivados de estações meteorológicas e dados de satélites, em apoio a projetos na área agrícola.

“A soma de esforços possibilitará o avanço em estudos que auxiliam na estimativa de produtividade, e poderá trazer dados com maior qualidade de previsões sobre o comportamento sazonal do clima. Com isso, teremos informações cada vez mais confiáveis à sociedade e que influirão construtivamente na tomada de decisão”, ressalta o diretor de Política Agrícola e Informações João Marcelo Intini.

>> Acesse a publicação completa aqui.

 

Fonte: Conab

Boletim semanal de notícias da SNA por e-mail.

Cadastre-se para receber o boletim

Veja as últimas edições

 

Últimas notícias