Alimentação&Nutrição: pesquisador ensina a fazer chip de batata baroa

01/02/2018|

Batata baroa contém vitaminas, minerais e fibra. Foto: Divulgação

Também chamada de batata-salsa, cenourinha-amarela ou cenourinha-branca, a mandioquinha ou batata baroa (Arracacia xanthorrhiza) é um tubérculo comestível muito utilizado na culinária brasileira.

Trata-se de uma erva robusta da família das Umbelíferas, de raízes tuberosas, folhas penadas e serreadas, flores pequenas e frutos capsulares, oblongos e achatados. Nativa dos Andes, é cultivada em toda a América do Sul por seus tubérculos comestíveis e também como forrageira.

Cozida, ela apresenta consistência levemente pastosa e cor mais viva do que a da batata comum. Mas sabia que dá para fazer chip de batata baroa? É o que ensina, no vídeo abaixo, o agrônomo Nuno Rodrigo Madeira, doutor em Agronomia (Fitotecnia e Olericultura) e pesquisador da Embrapa Hortaliças (DF).

VALOR NUTRICIONAL

Geralmente é vista como vilã da dieta humana por se tratar de um carboidrato, mas seu valor nutricional é alto e, sim, faz bem para a saúde. Assim como muitos alimentos, basta dosar a quantidade ingerida, levando em conta que uma porção de cem gramas tem 80 calorias.

Conforme descreve o site Mundo da Boa Forma, a batata baroa contém vitaminas, minerais e fibras. Possui mais de 25% de carboidratos, que podem ser convertidos em energia para as atividades diárias, fornecendo vitamina A, C, E, K, e vitaminas de complexo B.

Ainda traz em sua composição o betacaroteno, cálcio, fósforo, magnésio, potássio, e muito mais, auxiliando desde o sistema digestivo até a saúde e beleza da pele.

Analisar se a batata baroa engorda ou emagrece pode depender muito da dieta diária de cada pessoa, considerando que a combinação dos alimentos pode fazer toda a diferença.

Por equipe d’A Lavoura com informações da Embrapa e Mundo da Boa Forma

Compartilhe nas redes sociais!