Algodão: USDA aumenta safra e estoques globais na temporada 2017/18

08/02/2018|

O USDA divulgou nesta quinta-feira (8/2) o seu boletim mensal de oferta e demanda dos EUA e do mundo para o algodão. O órgão elevou para 121.37 milhões de fardos a estimativa da produção global da cultura nesta safra.

Em janeiro, o número foi de 120.97 milhões de fardos. Já os estoques finais globais aumentaram de 87.79 milhões para 88.55 milhões de fardos neste ciclo.

O USDA manteve a estimativa da safra dos Estados Unidos em 21.26 milhões de fardos. Os estoques finais apresentaram ligeira alta e subiram de 5.70 milhões para 6 milhões de fardos. Por outro lado, as exportações caíram de 14.80 milhões para 14,50 milhões de fardos.

Com relação ao Brasil, o relatório apresentou leves modificações. A safra subiu de 7.80 milhões para 8 milhões de fardos nesta temporada. Os estoques finais do país passaram de 8.18 milhões para 8.26 milhões de fardos, enquanto que, as exportações subiram de 4.10 milhões para 4.20 milhões de fardos.

Para a Índia, o USDA estimou a produção de algodão em 28.50 milhões de fardos. O número ficou abaixo do estimado em janeiro, de 29.30 milhões de fardos. Já os estoques finais foram estimados em 12.63 milhões de fardos, contra os 12.98 milhões de fardos projetados anteriormente. As exportações caíram de 4.30 milhões para 4.20 milhões de fardos.

Ainda no relatório, o USDA reportou suas projeções para a China. A safra subiu de 26.40 milhões para 27.50 milhões de fardos. Os estoques finais passaram de 39.77 milhões para 40.87 milhões de fardos. As exportações foram mantidas em 50.000 fardos.

Para União Europeia e Turquia, a produção foi mantida em 5.52 milhões de fardos, assim como as exportações em 1.71 milhão de fardos. Os estoques finais passaram de 2.08 milhões para 2.14 milhões de fardos.

Os números do Paquistão e Bangladesh ficaram em linha com o último relatório.

Compartilhe nas redes sociais!