Câmara Setorial de Leite e Derivados do Mapa deve debater reivindicações

A Associação Brasileira das Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios (G100) se reuniu no último dia 28 de junho, em Brasília, com representantes do setor e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para definir ações que visam padronizar a legislação e as medidas voltadas à qualidade do leite e seus derivados. As reivindicações do segmento serão encaminhadas ao Grupo de Trabalho (GT) criado pela Portaria 109 do Mapa, de 2 de junho de 2016, que tem como objetivo alinhar e solucionar problemas e, no futuro, construir uma agenda para a cadeia de lácteos.

Exportação de grãos pelo Arco Norte deverá atingir 28.7 milhões de toneladas até 2025

Estudo recente elaborado pelo Rabobank avaliou o potencial de crescimento da produção brasileira de grãos nos próximos dez anos e os gargalos existentes nas vias de escoamento da produção e nos terminais portuários. De acordo com a pesquisa, os investimentos de grande porte realizados pela iniciativa privada no chamado “Arco Norte” – que abrange os principais portos das regiões Norte e Nordeste do País, vão favorecer o crescimento, em 16 milhões de toneladas, das exportações da soja em grão até 2025. Analistas do Rabobank dizem que o volume exportado deverá aumentar em 130%, atingindo 28.7 milhões de toneladas.

Brasil pode ampliar mercado no Reino Unido, analisa diretor da SNA Márcio Fortes

A semana foi marcada por uma notícia que, a princípio, deve impactar os rumos geopolíticos e econômicos em todo o mundo, nas próximas décadas: a saída do Reino Unido da União Europeia. Após referendo popular, a opção de saída do bloco da UE venceu com mais de 1,2 milhões de votos. Para o Brasil, fica a pergunta: o que nosso País pode perder e/ou ganhar com esta mudança? Para o diretor da SNA Marcio Sette Fortes, pode ser que se tenha "maiores chances para os produtos agrícolas brasileiros ampliarem sua participação naquele mercado, já sem subsídios tradicionais da Política Agrícola Comum (PAC)”.

Crise do feijão: preço só deve normalizar no início de 2017, alerta Ibrafe

A regularização do abastecimento de feijão e a possibilidade de retorno dos preços do produto a um patamar considerado razoável para atender ao mercado devem ocorrer somente no início de 2017, a partir da colheita da primeira safra. Segundo Eduardo Lüders, presidente do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (Ibrafe), embora esteja prevista maior oferta do produto entre o fim de julho e durante o mês de agosto, quando serão colhidas as áreas irrigadas (a terceira safra), o volume não será suficiente para trazer os preços a um patamar considerado razoável pelo consumidor.

Falta de orçamento e vontade política impacta no desempenho do seguro rural

A área agrícola brasileira coberta pelo seguro rural é de quase cinco milhões, de um total de 71 milhões de hectares, ou seja, não chega nem a oito por cento. A informação consta em um dos capítulos do estudo “O seguro na sociedade e na economia do Brasil”, elaborado pela Fundación Mapfre, vinculada ao grupo da BB Mapfre. Segundo o diretor da SNA Fernando Pimentel, “a baixa cobertura do seguro agrícola no País se deve, primordialmente, às limitações orçamentárias do Estado brasileiro e à falta de vontade política de propor uma mudança radical no modelo de financiamento e planejamento agrícola brasileiro”.

Maior demanda futura do mundo será por água, afirma Alan Bojanic

“O mundo do futuro terá uma população muito maior que a atual e apresentará grandes e novas demandas. É importante lembrar que ainda há muitas pessoas que não conseguem satisfazer as necessidades básicas de segurança alimentar”. A afirmação é do representante da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura) no Brasil, Alan Bojanic, que será um dos mediadores do Global Agribusiness Forum 2016. O evento será realizado nos dias 4 e 5 de julho, em São Paulo. “Para o futuro vamos precisar de mais alimentos, madeira, minerais e de muitos recursos naturais e, de todos eles, água é a principal”, pontua.

 

Exportação de soja do Brasil cai 12% em junho, mas é recorde no 1º semestre

O Brasil, maior exportador de soja do mundo, exportou 7.4 milhões de toneladas em junho, queda de 12% em relação ao mesmo mês do ano passado, após volumes …
Leia mais

Com crédito de R$ 185 bilhões, safra agrícola 2016/2017 se inicia nesta sexta-feira

Um dos maiores produtores mundiais de alimentos, o Brasil começa nesta sexta-feira (1º) mais uma safra agrícola. Para a temporada 2016/2017, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento …
Leia mais

Lei determina que seguro rural não pode ser condição para liberação de financiamento

O Diário Oficial da União traz nesta quinta-feira lei que determina que o poder público brasileiro não poderá exigir a contratação de seguro rural como condição para acesso …
Leia mais

Plano Safra 2016/17: começa a liberação do crédito

A partir desta sexta-feira, dia 1º, passa a vigorar o novo Plano Agrícola e Pecuário, que disporá aos produtores rurais R$ 202,88 bilhões para custeio e investimentos ao …
Leia mais

Embrapa desenvolve pulverizador eletrostático que reduz uso de defensivos

A Embrapa Meio Ambiente (SP) desenvolveu três tipos de tecnologias que aprimoram a pulverização eletrostática. Entre as inovações estão o sistema universal de eletrificação de gotas, o sistema …
Leia mais

Umbu: o cosmético que vem da Caatinga

Típico da Caatinga, o umbu, fruto do umbuzeiro, é conhecido por suas ricas propriedades nutricionais, com destaque para o elevado teor de vitamina C, alto índice aquoso e …
Leia mais

Boletim semanal de notícias da SNA por e-mail.

Cadastre-se para receber o boletim

Veja as últimas edições

 

Clipping com notícias da SNA divulgadas em outros veículos de mídia.

Veja o SNA na mídia

 

Espaço para discussão de questões estratégicas e operacionais do agronegócio brasileiro. Veja as últimas discussões publicadas no AgriForum e participe do debate.

Acesse o site AgriForum

 

Fique por dentro das regiões brasileiras que que estão se registrando como origem de produtos de alta qualidade através dos selos de Denominação de Origem e Indicação de Procedência.

Acesse o site Indicação Geográfica

 
 

Educação

campus-SNA

O Campus Educacional e Ambiental da SNA possui uma área privilegiada de 144.000 m² de natureza em plena região metropolitana da cidade do Rio de janeiro, onde abriga os cursos de Graduação em Medicina Veterinária e em Zootecnia, oferecidos pela Fagram e pela UCB, reconhecidos pelo MEC. Também oferece Cursos de Extensão (livres) em práticas agrícolas, criação de animais, agronegócio, paisagismo e meio ambiente, ministrados por meio da Escola Wencesláo Bello (EWB), e ainda abriga a Biblioteca Edgard Teixeira Leite, referência no país.

Saiba mais sobre os cursos no Campus Educacional e Ambiental da SNA

 

 
 
 

Para fomentar a colocação de profissionais qualificados no agronegócio, criamos um espaço onde empresas podem divulgar oportunidades de trabalho e profissionais podem cadastrar seus currículos. O serviço é gratuito.

Acesse o serviço de cadastro de currículos e oportunidades de trabalho da SNA

 

Canal de vídeos da SNA com entrevistas e reportagens sobre o mundo do agronegócio.

Veja todos os vídeos da SNA