Brasil continuará como grande fornecedor de alimentos, diz Delfim Netto

A abundância de água e outros recursos naturais e a alta produtividade vão garantir ao País o espaço conquistado como grande exportador mundial de alimentos, declarou o ex-ministro Delfim Netto, na abertura do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), em SP. Segundo Delfim Netto, a China possui terra o suficiente para produzir a demanda interna de soja, mas não dispõe de água. “O Brasil é um grande exportador de água. Para se ter uma ideia, cada quilo de carne bovina produzida consome 15 mil litros de água”, comentou ele, durante a solenidade que contou com a presença de cinco governadores.

SNA avalia novas propostas do Mapa para setor agropecuário

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (ao centro da foto), realizou um balanço dos seis meses de sua gestão à frente do órgão, com destaque para a economia de R$ 69,39 milhões em despesas operacionais, no primeiro semestre. Mas o foco da coletiva à imprensa girou mesmo em torno das metas do Mapa para os próximos anos, com destaque para cinco pontos prioritários, que foram avaliados pelo vice-presidente da SNA, Hélio Sirimarco. “Nota-se uma preocupação grande com a gestão eficiente dos recursos, fato não muito comum na administração pública”, comenta.

Fernando Pimentel vê com cautela possíveis mudanças do seguro rural

A ministra Kátia Abreu, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), anuncia um estudo para criar um novo modelo para subsidiar parte dos custos dos produtores rurais, com a contratação do seguro agrícola para suas lavouras. Segundo ela, a intenção seria fazer com que federações de agricultura, associações do agronegócio e cooperativas tenham poder para gerenciar o uso destes recursos destinados à subvenção. Diretor da SNA, Fernando Pimentel vêm com cautela tais mudanças: “Acredito que as entidades não estejam preparadas para ações operacionais do seguro rural”, comenta.

AEARJ: ‘Carta do Rio de Janeiro’ propõe políticas para estudos sobre solos

O ano de 2015 foi escolhido pela ONU como o “Ano Internacional do Solo”. Do final de 2014 para cá, diversas entidades se reuniram para debater o tema que, até então, não fazia parte dos debates do setor agropecuário nacional, a exemplo dos problemas relacionados à crise hídrica no País. Uma das entidades que decidiu se envolver na discussão foi a AEARJ que, em conjunto com o CREA-RJ, promoveu o Simpósio do Ano Internacional do Solo. Após o encontro, foi elaborada a “Carta do Rio de Janeiro”, pela AEARJ e CREA-RJ, com propostas do Estado para as questões que envolvem o tema.

Produtor rural brasileiro tem ‘feito mais com menos’, afirma Caio Carvalho

Sustentar é Integrar. Este será o tema central do 14º Congresso Brasileiro do Agronegócio, que acontece em agosto, em São Paulo. A intenção é reunir especialistas das mais diferentes áreas em torno de debates sobre os atuais e futuros desafios do setor agropecuário. “Tradicionalmente, o Congresso da Abag sempre deu grande ênfase à questão da sustentabilidade. O tema deste ano dá sequência a este enfoque e nosso objetivo é trazer luz aos debates sobre as possibilidades e as oportunidades proporcionadas pela diversidade e eficiência da agropecuária tropical brasileira”, afirma Caio Carvalho, presidente da entidade.

Falta de insumos dificulta expansão da pecuária orgânica no Brasil

A tendência crescente, por parte dos consumidores brasileiros, em adquirir alimentos de qualidade, nutritivos e saborosos, livres de resíduos de agroquímicos, e que sejam produzidos em respeito ao meio ambiente, continua a impulsionar o mercado de orgânicos no País. Mas esta euforia ainda não atingiu a pecuária orgânica. “No caso das carnes, a oferta no Brasil ainda é bastante limitada. Diversos elos da cadeia precisam ser resolvidos e, além disso, há muitos desafios a superar, como a alimentação à base de insumos orgânicos", diz Sylvia Wachsner, coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos, da SNA.

 

Com planejamento e gestão, crise hídrica pode chegar ao fim, diz pesquisador

“Com planejamento e gestão não há crise hídrica.” É o que garante Lineu Neiva Rodrigues, pesquisador da Embrapa Cerrados e coordenador da rede Agrohidro. Para ele, o atual …
Leia mais

Grandes exportadores de carnes do Brasil almejam abertura de mais mercados

As carnes produzidas no Brasil ainda têm pouco acesso a grandes mercados consumidores, apesar de aberturas recentes concretizadas por autoridades brasileiras, disseram nesta quarta-feira, 29 de julho, os …
Leia mais

Algodão perderá espaço para soja, prevê Abrapa

Em um cenário de preços internacionais mais baixos somados a um forte impacto do dólar sobre os custos de produção, o cotonicultor deve substituir o plantio de algodão …
Leia mais

Soja deve ganhar 1 milhão de hectares no País

Principal commodity de exportação pelo Brasil, a soja terá nova expansão na safra 2015/16 no País, mostra projeção do Agronegócio Gazeta do Povo baseada nas tendências do mercado global …
Leia mais

Kátia Abreu: Mapa economizou R$ 69,39 mi em despesas operacionais no 1º semestre

A ministra Kátia Abreu, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apresentou à imprensa nesta segunda-feira, 27 de julho, um balanço sobre os primeiros seis meses de sua gestão. Neste …
Leia mais

Brasil quer ter reconhecimento da OIE como país livre de aftosa até maio de 2016

O reconhecimento do status livre de febre aftosa pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), até maio de 2016, é um dos objetivos do Ministério da Agricultura, Pecuária …
Leia mais

Boletim semanal de notícias da SNA por e-mail.

Cadastre-se para receber o boletim

Veja as últimas edições

 

Clipping com notícias da SNA divulgadas em outros veículos de mídia.

Veja o SNA na mídia

 

Espaço para discussão de questões estratégicas e operacionais do agronegócio brasileiro. Veja as últimas discussões publicadas no AgriForum e participe do debate.

Acesse o site AgriForum

 

Fique por dentro das regiões brasileiras que que estão se registrando como origem de produtos de alta qualidade através dos selos de Denominação de Origem e Indicação de Procedência.

Acesse o site Indicação Geográfica

 

 
 

Agronegócio na Mídia

Educação

campus-SNA

O Campus Educacional e Ambiental da SNA possui uma área privilegiada de 144.000 m² de natureza em plena região metropolitana da cidade do Rio de janeiro, onde abriga os cursos de Graduação em Medicina Veterinária e em Zootecnia, oferecidos pela Fagram e pela UCB, reconhecidos pelo MEC. Também oferece Cursos de Extensão (livres) em práticas agrícolas, criação de animais, agronegócio, paisagismo e meio ambiente, ministrados por meio da Escola Wencesláo Bello (EWB), e ainda abriga a Biblioteca Edgard Teixeira Leite, referência no país.

Saiba mais sobre os cursos no Campus Educacional e Ambiental da SNA

 

 

A Lavoura

Orgânicos

Publicações